Dez dicas importantes de Português


Se você fica em dúvida na hora de escrever, não se desespere: existem dez dicas de Português que podem facilitar bastante o seu dia a dia.


1ª dica: menas ou menos?

Esqueça o menas, mesmo porque essa palavra simplesmente não existe no dicionário, apenas na modalidade oral, onde ela insiste em infiltrar-se no discurso dos falantes. Menos, grafado dessa maneira, é o jeito certo, não existe outra opção.


2ª dica: para mim ou para eu fazer?

Lembre-se do que dizia sua professora de português: “Mim não faz nada!”. Isso mesmo, mim é um pronome pessoal oblíquo e não pode vir antes de um verbo exercendo função de sujeito em uma oração. Sendo assim, o correto é para eu fazer, para eu falar, para eu estudar e assim por diante com os demais verbos.


3ª dica: zero graus ou zero grau?

Não é incomum ouvir a construção “está fazendo zero graus”, não é mesmo? Temos aí um problema de concordância. Zero está no singular, portanto o substantivo grau deve acompanhá-lo na flexão: está fazendo zero grau.


4ª dica: são uma hora da tarde ou é uma hora da tarde?

Atenção: o verbo deve concordar com as horas, sendo assim, o correto é dizer é uma hora da tarde, assim como é correto dizer são duas horas da tarde, são três horas da tarde e assim por diante. Lembre-se de que, se for substituir a expressão doze horas por outra correspondente, no caso meio-dia, a construção correta é meio-dia, certo?


5ª dica: quatorze ou catorze?

Essa também é fácil. Você pode ficar à vontade para usar qualquer uma das formas, visto que ambas estão corretas.


6ª dica: seje ou seja? Esteje ou esteja?

Sim, nós sabemos que, na modalidade oral, é muito comum ouvir coisas do tipo “que seje eterno enquanto dure”, “esteje onde estiver”, mas na escrita, que é o lugar onde as regras devem ser respeitadas, esqueça o seje e o esteje e faça a correção gramatical: seja e esteja sempre serão as únicas opções possíveis!


7ª dica: anexo segue o documento ou em anexo, o documento?

Ambas as construções estão corretas, contudo é preciso atenção para acertar na concordância. Dizer que algo está anexo é o mesmo que dizer que algo está anexado, por isso a palavra deve concordar com o substantivo a que ela se refere:

Anexas seguem as cartas.

Anexo segue o comprovante.

Os documentos solicitados estão anexos.

Em anexo é uma forma invariável, portanto não vai para o feminino e nem para o plural:

Em anexo, seguem as cartas.

Segue o comprovante em anexo.

Os documentos solicitados seguem em anexo.


8ª dica: depredar a sala de aula ou apedrejar a sala de aula?

Acredite, as duas palavras não são sinônimas, embora possam confundir muitos falantes. Depredar é o ato de destruir algo, enquanto apedrejar é o ato de jogar pedras. Portanto, as duas expressões são possíveis, cada qual em seu devido lugar.


9ª dica: troféis ou troféus?

Lembre-se: a terminação -éis deve ser empregada apenas nas palavras terminadas em -el, como papel, pastel, tonel, entre outras. Sendo assim, as palavras terminadas em -éu devem, quando flexionadas no plural, levar a terminação -éus: troféus, chapéus, céus, etc.


10ª dica: ele sempre quiz ou ela sempre quis?

Assim como toda a conjugação do verbo querer (quiseram, quiseste, quisera, etc.), a palavra quis deve ser escrita com 's'.



fonte: https://mundoeducacao.uol.com.br

2 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo