Corregedoria de Justiça supervisiona o funcionamento de balcões de atendimento virtual

Atualizado: 20 de abr.


Ação de supervisão foi realizada pela corregedora-geral de Justiça, desembargadora Nélia Caminha Jorge.


 

Cumprindo uma de suas atribuições, que é a de contribuir para o bom desempenho da atividade judiciária e dos Juízos do Amazonas, a Corregedoria-geral de Justiça (CGJ/AM) realizou nesta semana uma ação de fiscalização supervisionando o funcionamento dos balcões de atendimento virtual disponibilizados pelas varas judiciárias à população.


A ação de supervisionamento foi realizada pela corregedora-geral de Justiça do Amazonas, desembargadora Nélia Caminha Jorge, ao firmar contato com unidades judiciárias tanto da capital como de comarcas do interior, por intermédio dos canais de contato informados por estas à população.


De acordo com a corregedora-geral de Justiça, supervisões como estas são importantes para se ter um panorama da qualidade do atendimento que é disponibilizado aos jurisdicionados assim como aos operadores do Direito, que têm se reportado ao Poder Judiciário por meio dos canais remotos, disponibilizados como uma forma de atendimento suplementar. “A Corregedoria tem como uma de suas atribuições o favorecimento ao bom desempenho da atividade judiciária e, portanto, supervisões como a realizada nesta semana, sem comunicação prévia, são importantes para que saibamos se os serviços estão sendo disponibilizados à sociedade da maneira que a direção do Poder Judiciário espera”, afirmou a desembargadora Nélia Caminha Jorge.


Como avaliação da supervisão realizada, a corregedora-geral de Justiça informou que os atendimentos pelas unidades da Justiça Estadual mostraram-se satisfatórios, com os Juízos disponíveis para receber as demandas apresentadas pelo público, via balcão virtual.


A corregedora-geral lembrou que o trabalho de supervisão será contínuo, com a participação dos juízes-corregedores auxiliares e informou que trabalho semelhante também está sendo realizado pelo órgão de correição perante os cartórios e demais serventias do segmento extrajudicial.


Balcões virtuais. Como acessar:

O Poder Judiciário Estadual implantou os balcões virtuais em fevereiro de 2021 com a publicação da Portaria n.º 337/2021, assinada pelo presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, desembargador Domingos Chalub, sendo esta uma medida para assegurar o atendimento remoto direto e imediato, no horário do expediente forense, aos usuários dos serviços da Justiça, nas secretarias das unidades jurisdicionais de primeiro e segundo graus, bem como nas secretarias, diretorias e coordenadorias de suas unidades administrativas.


Sendo uma iniciativa projetada e disponibilizada durante fase de agravamento da pandemia da Covid-19, no Amazonas, os balcões virtuais permanecem como meio opcional de atendimento aos usuários do sistema da Justiça, assim como a operadores do Direito. Os endereços eletrônicos (e links de acesso) dos balcões virtuais disponibilizados por cada uma das unidades judiciárias da Justiça Estadual podem ser acessados no portal do Tribunal de Justiça do Amazonas na internet, ou diretamente no link: https://www.tjam.jus.br/index.php/todas-as-varas-setores-e-departamentos

Foto: Acervo CGJ/AM

SETOR DE COMUNICAÇÃO

imprensa.cgj@tjam.jus.br

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo