CGJ-AM dará suporte para o melhor funcionamento de unidades judiciárias recém-criadas em Manaus


Medidas serão implementadas para impulsionar o atendimento da 9ª e da 10ª Vara de Família, criadas para atender às demandas das zonas Leste e Norte de Manaus.


Representantes da Corregedoria-Geral de Justiça do Amazonas e da Coordenação das Varas de Família do Tribunal de Justiça do Amazonas reuniram-se nesta terça-feira (26/07) e estabeleceram medidas para organizar e otimizar o atendimento da 9ª e da 10ª Vara de Família e Sucessões, recentemente criadas.


Providenciadas pelo Tribunal de Justiça do Amazonas para atender às demandas judiciais das zonas Norte e Leste de Manaus e instituídas pela Lei Complementar nº 222, de 6 de dezembro de 2021, as duas novas unidades judiciárias já estão em pleno funcionamento – inicialmente vinculadas à 2ª e 3ª Varas de Família – e terão o suporte da Corregedoria-Geral de Justiça, assim como da Coordenação das Varas de Família para melhor atender à população.


A reunião, realizada por modalidade virtual, foi conduzida pela coordenadora das Varas de Família do Poder Judiciário Estadual, desembargadora Maria do Perpétuo Socorro Guedes Moura e pela juíza-corregedora auxiliar, Vanessa Leite Mota, que anunciaram para os próximos dias a elaboração e divulgação de um documento com diretrizes para a melhor operacionalização e atuação das duas novas Varas.


Além da desembargadora Maria do Perpétuo Socorro Guedes Moura e da juíza-corregedora auxiliar Vanessa Leite Mota, a reunião teve a participação dos titulares da 9ª e 10ª Varas de Família, respectivamente, juízes André Campos e Áurea Lina; dos titulares da 2ª e 3ª Varas de Família – as quais as novas unidades estão vinculadas – juízes Melissa Rosa e Everaldo Lira e também do secretário de Tecnologia da Informação e Comunicação (SETIC/TJAM), Breno Corado e Sebastião Fonseca, representante da SETIC/TJAM.


Sendo a principal pauta da reunião, as diretrizes que constarão no documento que será elaborado com o objetivo de otimizar o atendimento jurisdicional das duas novas Varas devem contemplar, sobretudo, a organização do fluxo de processos recebidos diariamente por cada unidade.


De acordo com a juíza-corregedora auxiliar, Vanessa Leite Mota, esta organização terá como objetivo primordial “a garantia de que todas as Varas – 2ª, 3ª, 9ª e 10ª – tenham, da maneira mais equacionada possível, uma quantidade similar de processos em tramitação, de modo a não sobrecarregar um Juízo em detrimento de outro, fato que colaborará com a tramitação célere das ações”, apontou a magistrada.


Durante a reunião também foram discutidas propostas objetivando um possível reforço do quadro profissional das duas novas unidades; proposta essa que será apresentada à presidência da Corte e avaliada levando-se em consideração as possibilidades orçamentárias do Tribunal de Justiça e o respeito à Lei de Responsabilidade Fiscal.


Criadas juntamente com outras unidades judiciárias após um estudo de demanda, a 9ª Vara de Família funciona no Fórum Azarias Menescal de Vasconcellos, na zona Leste de Manaus e a 10ª Vara de Família no Fórum Lúcio Fonte de Rezende, na zona Norte da capital.

Afonso Júnior

Foto: Raphael Alves

SETOR DE COMUNICAÇÃO


0 visualização0 comentário